Uruguai x Colômbia tem briga em campo e na arquibancada; torcedores saem feridos

Tempo fecha após apito final e classificação da Colômbia para a decisão contra a Argentina; Darwin Núñez vai para a arquibancada e leva soco na cara

CVNEWS/REDAçãO GE


Jogadores do Uruguai se envolvem em confusão com torcedores colombianos

O tempo fechou no Bank of America Stadium, em Charlotte, depois do apito final da semifinal entre Uruguai e Colômbia, em jogo que carimbou a classificação colombiana para a decisão, na noite desta quarta-feira. A confusão começou no gramado e ficou ainda mais feia nas arquibancadas.

O atacante Darwin Núñez trocou socos com torcedores colombianos, sendo contido por policiais. O jogador chegou a pegar uma cadeira de ferro para atirar em colombianos, mas foi impedido.

O início da briga

Tão logo o árbitro apitou o final do jogo, os jogadores colombianos que estavam fora de campo invadiram o gramado para celebrar a volta do país a uma decisão 23 anos após o título de 2001.

Os uruguaios reagiram de forma ríspida, com troca de empurrões e xingamentos aos adversários.

Luis Suárez, que saiu do banco, entrou na segunda etapa e acertou uma bola na trave, foi flagrado pelas câmeras muito irritado com jogadores colombianos. Ele tirou satisfação especialmente com Borja, ex-Palmeiras e Grêmio. A confusão seguiu para as arquibancadas.

Segundo o zagueiro José Giménez, os jogadores do Uruguai viram seus familiares sendo provocados por torcedores colombianos e correram para as arquibancada para ajudá-los. Ele fez duras críticas à organização da Conmebol. O ge flagrou torcedores feridos após a confusão.

– Foi um desastre, uma parte da torcida atacando as nossas famílias, muitos de nós com crianças pequenas. Espero que os organizadores percebam, isso acontece sempre, torcedores embriagados que se comportam assim – reclamou o jogador na entrevista após o jogo.

Em cena flagrada pela câmera do sportv, o zagueiro Ronald Araújo, que foi desfalque no jogo, apareceu mostrando a mão três vezes para os colombianos, lembrando as 15 conquistas de Copa América do Uruguai.

Na madrugada desta quinta-feira, o perfil da Copa América nas redes sociais divulgou um comunicado condenando "energicamente" qualquer ato de violência no futebol.



COMENTÁRIOS