Homem ameaça a atear fogo na casa de ex e foge com criança de 3 anos

A ocorrência foi nesta quinta-feira no bairro Conjunto Habitacional Estrela do Sul, região do Tiradentes

BATANEWS/CGNEWS


Homem foi preso por agentes da Guarda Civil Metropolitana (Foto: Divulgação)

A Defesa Civil de Belo Horizonte emitiu hoje (1º) alerta para a possibilidade de ocorrência de fortes chuvas e rajadas de vento na capital mineira. O alerta é de chuvas variando entre 30 milímetros (mm) a 50 mm com raios e rajadas de vento em torno de 50 quilômetros por hora (km/h) e é válida até 8h de domingo (2).

Segundo a Defesa Civil, também há a possibilidade de fortes chuvas na região metropolitana da capital. De acordo com o órgão, o tempo segue instável no estado, com a ocorrência de pancadas de chuva a qualquer hora com raios e rajadas de vento ocasionais, especialmente no Centro, Noroeste e na Zona da Mata.

O boletim da Defesa Civil divulgado neste sábado diz ainda que a chuva tende a reduzir no Norte e no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões que foram muito afetadas com o acentuado volume de chuva ao longo de todo o mês de dezembro.

Até o momento, as chuvas deixaram 12.783 desalojados em todo o estado. Seis pessoas morreram, 3.017 estão desabrigadas e 124 municípios declararam Situação de Emergência.

No Tocantins, subiu para 399 o número afetados pela cheia dos rios, segundo o mais recente levantamento da Defesa Civil, divulgado neste sábado. O número diz respeito às pessoas que precisaram ser retiradas das próprias residências, desalojadas, desabrigadas e ou que ficaram ilhadas, mas estão em segurança. 

Até o momento, são 105 pessoas desabrigadas e 86 desalojadas. Mais 173 pessoas precisaram ser resgatadas ou retiradas de áreas de risco, mas não precisaram de abrigo público.

As cheias atingiram os municípios de Paranã, Rio dos Bois, Pedro Afonso, Tupirama, Tupiratins, Palmeirante, Bom Jesus, São Sebastião, São Miguel, Sampaio e Itaguatins. 

A Defesa Civil do Tocantins também informou que uma pessoa morreu: um homem que tentou atravessar a nado o Rio São Domingos, na zona rural de Arraias, e acabou não conseguindo. O corpo foi localizado pelos Bombeiros no final da tarde de ontem.

Edição: Aline Leal

Um homem ameaçou a ex-companheira e fogiu com o filho de 3 anos na tarde desta quinta-feira (13), em Campo Grande. A ocorrência foi na Praça Estrela do Sul, no bairro de mesmo nome.

Segundo relatos, a mulher buscou ajuda na GCM (Guarda Civil Metropolitana), informando que seu ex-companheiro a abordou na Praça Estrela do Sul, onde ela estava acompanhada por quatro crianças menores. O ex-parceiro teria proferido ameaças e afirmado que colocaria fogo na casa da mulher.

O homem tomou as chaves do carro da e teria retirado à força uma criança de três anos, que seria seu filho, antes de deixar o local em destino desconhecido.

Uma equipe da GCM foi mobilizada para localizar o indivíduo, que foi abordado e identificado como Daniel Melo. Melo teria resistido à abordagem, afirmando que nada poderia ser feito contra ele e que estava com seu filho, alegando não o via há três meses.

Com a chegada de reforços, o homem concordou em entregar as chaves do veículo e o filho à mãe. No entanto, uma verificação revelou que havia um mandado de prisão em aberto. O homem e a mulher forma conduzidos à Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) para o registro policial.



COMENTÁRIOS