Trabalho conjunto das Policias Civil e Militar esclarece roubo majorado e prende 05 pessoas

BATANEWS/BATANEWS/PC/MS


O Brasil registrou nesta sexta-feira (31) 10.282 casos de covid-19 e 72 mortes em 24 horas, segundo dados divulgados pelo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

Segundo o boletim, há 22.287.521 casos confirmados desde o início da pandemia e 619.056 mortes. Há 21.584.402 pessoas que se recuperaram da doença e 84.063 casos em acompanhamento.

Há também 2.817 mortes por Síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em investigações e 56 óbitos de SRAG por covid-19 nos últimos 3 dias.

O boletim não trouxe os dados de Mato Grosso e do Tocantins.

São Paulo é o estado que concentra o maior número de casos (4,4 milhões) e de mortes (155,2 mil). No número de casos, o estado do Sudeste é seguido por Minas Gerais (2,2 milhões) e Paraná (1,6 milhão). No número de mortes, o segundo estado com mais óbitos é o Rio de Janeiro (69,4 mil) e Minas Gerais (56,6 mil).

O menor número de casos está no Acre (88 mil), Amapá (126 mil) e Roraima (129 mil). Os três estados também têm o menor número de mortes, com 1.851, 2.022 e 2.078, respectivamente.

Edição: Fábio Massalli

Na última sexta-feira (09), a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Bataguassu, em ação conjunta com a Polícia Militar, realizou a prisão de cinco suspeitos envolvidos em dois roubos ocorridos na cidade. Os crimes, majorados por concurso de agentes, tiveram como alvos uma conveniência e uma sorveteria da cidade.

Imediatamente após os roubos, as equipes policiais foram acionadas e iniciaram diligências utilizando imagens de câmeras de segurança para identificar e perseguir os suspeitos. Durante toda a madrugada, as forças de segurança trabalharam incansavelmente para localizar os responsáveis pelos crimes.

O primeiro suspeito, um homem de 45 anos, foi preso enquanto dirigia o veículo GM Vectra usado nos roubos. Durante a abordagem, ele confessou e revelou o esconderijo dos outros envolvidos.

As equipes policiais cercaram o imóvel indicado e, após uma incursão bem-sucedida, prenderam mais três suspeitos. Estes também confessaram os crimes e indicaram onde haviam ocultado os simulacros usados durante os roubos. As falsas armas de fogo foram encontradas em um terreno em frente à residência, juntamente com uma mochila também utilizada e que aparecem nas imagens.

Além das prisões, quase toda a res furtiva (dinheiro) subtraída foi recuperada. Parte do dinheiro estava na casa com os suspeitos, enquanto o restante foi apreendido com uma quinta suspeita, uma mulher de 25 anos, que foi localizada em via pública pouco depois e presa em flagrante e confessou o envolvimento no crime, tendo sido uma das executoras diretas no segundo roubo, utilizando-se de roupas masculinas e com capuz.

Os cinco suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, onde foram autuados pelo crime de roubo majorado pelo concurso de pessoas. O Inquérito Policial será finalizado no prazo legal e encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para as devidas providências.

Ressalta-se que a rápida ação das forças de segurança de Bataguassu demonstra a eficiência e a integração entre as Polícias Civil e Militar na repressão a crimes e na proteção da comunidade.

Participaram as diligências Policiais do SIG da Primeira Delegacia de Polícia Civil, da Delegacia de Polícia de Brasilândia, da Delegacia de Polícia Civil de Santa Rita do Pardo e do Núcleo Regional de Inteligência da Polícia Civil de Bataguassu, bem como Policiais Militares da Força Tática de Bataguassu.

Responsáveis:

Daniel Wollz, Delegado,

Caio Goto, Delegado,

Lucio Marinho, Delegado.



COMENTÁRIOS