Homem tenta matar esposa com sequelas de AVC, é impedido pelo filho de 15 anos, enfrenta policiais civis, militares e Guarda Municipal e acaba morto

PC/MS


teste

Na manhã deste domingo, 09/06, a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Dourados (DEPAC/DDOS) recebeu a informação de que ocorreu na noite de sábado, por volta das 23h, uma tentativa de feminicídio, na região do Parque do Lago I, na cidade de Dourados-MS. Conforme noticiado, R.S.S. (33 anos) teria enforcado a companheira dele M.S., com que conviveu por 17 anos, deixando-a sem ar.

Em seguida, R.S.S. derramou álcool na cabeça da vítima e saiu a procura de um fosforo com objetivo de atear fogo na vítima. Contudo, ele foi impedido pelo filho de 15 anos a concluir sua ação criminosa.

Não conformado, o autor iniciou uma sessão de espancamento, batendo na esposa quando ela já estava deitada. Pelo que foi apurado, R.S.S., aproveitando-se da situação de fragilidade da vítima, que possui deficiência física (falta de mobilidade total do lado direito, em decorrência de dois Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC’s), arremessou-a no solo e passou a enforcá-la, além de desferir socos e chutes, causando diversas lesões em seu corpo. Segundo relatado pela própria vítima, a sessão de espancamento durou cerca de três horas em diversos cômodos da casa, finalizando no quintal do imóvel.

Nessas circunstâncias, a mulher, para defender-se, mordeu o dedo do agressor e, com muito medo de morrer, saiu correndo para fora da residência, juntamente com seu filho, para pedir auxílio na casa da irmã dela. A vítima, já no domingo, 09/06, acionou a Polícia Militar e procurou uma delegacia da Polícia Civil para registra o Boletim de Ocorrência.

Após a vítima prestar declarações sobre os fatos, a autoridade policial plantonista, delegado Marcos Soares, juntamente com dois investigadores, foram ao local onde ocorreu os fatos, na tentativa de capturar o agressor. Todavia, naquela ocasião, ele já havia tomado rumo ignorado, e, conforme testemunhas, ele teria fugido pelos fundos da residência, adentrado em uma mata.

Diante da gravidade dos fatos e em decorrência de se tratar de crime contra mulher, praticado no contexto doméstico, comunicou-se à Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Dourados. Na sequência, a delegada Thays Bessa aciono a Seção de Investigações Gerais (SIG), sob chefia do delegado Erasmo Cubas, e as demais forças de segurança pública – Polícia Militar e Guarda Municipal – com escopo de capturar o autor. 

Durante as buscas, as equipes receberam a informação de que o indivíduo estava portando uma arma de fogo, na região da mata, localizada nos fundos da própria residência. Uma equipe da Guarda Municipal chegou a utilizar drone, para localizar o autor dentro da mata.

Em perseguição ininterrupta, deste a ciência dos fatos, a Força Tática da Polícia Militar de Dourados conseguiu encontrar R.S.S. Na abordagem, o autor confrontou os policiais, foi atingido por um disparo de arma de fogo, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e foi a óbito.  

*Editada às 08h48min, para acréscimo de informações.



COMENTÁRIOS