Homem que assassinou namorado da ex a tiros na Capital se apresenta à polícia

Vítima tinha 42 anos e foi morta com tiro na cabeça em um bar localizado na Rua Catuaba

CVNEWS/CGNEWS


Antônio Carlos Medeiros, de boné, acompanhado de advogados na saída da delegacia. (Foto: Marcos Maluf)

Antônio Carlos Medeiros Veiga, de 55 anos,  principal suspeito de matar a tiros Fabiano Schmidt, 42 anos, em um bar na Rua Catuaba, no Jardim Colibri II, em Campo Grande, se apresentou, no fim da manhã desta sexta-feira (13), na 5ª Delegacia de Polícia Civil.

Ele é ex-marido da mulher, de 37 anos, com quem a vítima estava namorando, no entanto, mesmo separados há sete meses, ele não aceitava o fim do relacionamento. O acusado, se apresentou junto com dois advogados. Os três saíram do local por volta das 12h.

Equipe do Campo Grande News, que estava na delegacia, tentou conversar com Antônio e com os advogados, mas nenhum dos três respondeu às perguntas. A reportagem também tentou falar com o delegado Rodolfo Carlos Ribeiro Daltro, mas foi informada de que ele já não estava mais na Delegacia.

Ontem, a ex-mulher de Antônio contou que estava com Fabiano no momento em que Antônio entrou no estabelecimento armado e surpreendeu a todos. “Eu avancei nele, tentei segurar, mas ele me empurrou e disse que me mataria também', disse em entrevista ao Campo Grande News.

À polícia, testemunhas contaram que antes de entrar no bar e abrir fogo, Antônio Carlos passou duas vezes analisando o local.

Familiares de Fabiano contaram que ele já havia sido ameaçado pelo autor, que não aceitava o novo relacionamento da ex, no entanto, revelaram que ele não chegou a procurar a polícia para denunciar os episódios. A vítima foi morta com tiro na cabeça e na região do ombro.



COMENTÁRIOS